28/07/2017

O agora afirma a inexistência do tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário