25/08/2014

O homem não obedece por repressão ou por estabelecimento de leis, ele só pode basear a sua acção na lei moral.
O nosso valor é determinado pela nossa capacidade de adquirir e aplicar a inteligência.
A nova civilização que terá de emergir será baseada, basicamente, no teorema e respectivas prácticas do desenvolvimento Integral do Ser.
Quando conseguirmos provocar as múltiplas causas de reconhecer o Divino, de conhecer a realidade última, e aplicar-mos esses conceitos, ai então emergirá um só efeito: todas as soluções aparecerão com relativa facilidade.
É necessário a orientação divina para sermos guiados pela intuição.
São fundamentalmente as ideias que definem o Ser.
Conhecimento e Saber em conexão com Deus nos levará à transcendência.
O espírito subjectivo é criado pelo universal, que é absoluto. Não pode igualar o poder subjectivo com o absoluto.
O subjectivo não tem possibilidade de transcender o absoluto; logo o absoluto é intranscendível.
Os tumultos existem sempre no processo de mudança.
De facto a substância pensante existe (que é a substância subjectiva) mas a substância que cria a pensante é a absoluta, e sem esta prévia percepção absoluta, que é criativa, não há possibilidade da substância pensante existir, porque do nada não se pode criar o todo!
O próprio Ser é a totalidade do processo histórico.
O colapso da função de onda (possibilidade) é a demanda de informação; a materialização (certeza) do mesmo é a confirmação da oferta.
Há que separar as águas limpas das águas sujas para atingirmos um conhecimento coerente na Religião, na Filosofia e na Ciência.
 A física moderna acertou o primeiro tiro no corpo da materialidade.
O homem não se pode nutrir de parcialidade, ele tem de ser a totalidade.
A ciência nunca se poderá considerar omnisciente; isso é o papel de Deus, e só a ele lhe cabe!
Os amigos não existem por utilidade, existem por pura apreciação.
Quando entender a realidade última vou-me dedicar à fantasia da ficção.
Anarquia é a ordem baseada na regra da consciência, 

24/08/2014

Deus está dentro e fora do Ser.
A essência precede a existência.
O ser produz arte não apenas para embelezar a vida, mas também para se auto-equilibrar.
O conhecimento pode ter limites, mas não tem fronteiras reais.
A flecha que tu lanças voltará a ti mesmo.
O medíocre queixa-se da sua mediocridade; o nobre gaba-se da sua nobreza.
Basta uma intuição para virar um debate de pernas para o ar.
Não existe a adaptação, existe sim uma capacidade de transformação.

23/08/2014

Religião foi também os esboços da Filosofia, ao mesmo tempo que Filosofia foi também os esboços da Ciência.
A religião surgiu com o intuito (que é inato) de o indivíduo conectar-se ao divino. Todo o tipo de concepções baseadas na ignorância podem ser refutados baseados nesta conceptualização da religião.
A verdade não está dependente da quantidade de pessoas que a defendem.
Quando somos lançados para dentro da Matriz Divina pelo Criador Divino de Inteligência Suprema movimentamos todas as nossas acções (físicas, mentais ou emocionais) dentro de um lençol interminável, sobre a égide de uma cama infinita, e nunca saímos de lá, de forma a termos a possibilidade e ao mesmo tempo a certeza que vivemos sempre dentro de um contexto temporal eterno.
Para ter poder é necessário amor. E para amar é necessário poder.
Cuidado com as tuas acções para não ficares preso ás tuas próprias consequências.

22/08/2014

A história é a ciência das controvérsias, que é o fundamento da dialéctica. Sem uma dialéctica válida a história não tem legitimidade, e sem um fluxo de controvérsias ela torna-se murcha.
Quanto mais ignorante é uma pessoa, mais oculto lhe parece o mundo.
Todas as vezes que tenho contacto com o divino curvo-me de humildade perante tamanha grandeza indescritível.
Não temos capacidade de processar o infinito.
O Divino é a maior verdade que existe.

17/08/2014

Quem está preparado para a verdade, não será arrasado quando a conhecer.
Falamos tanto de uma dúzia de conceitos tão especiais, que muitas vezes os deixamos de praticar.
A expressão da diversidade é fantástica. Teria graça um mundo repleto de cópias?
Somos peixes a explorar um vasto oceano.
A natureza silencia-nos.
Somos criados em pé de igualdade, crescemos cópias, e nunca nos tornarmos únicos.
Reprimimos os nosso erros, mas achamos graça quando os outros os cometem.

13/08/2014

Quando a sociedade se tornar saudável, manter o estado será como deixar uma perna engessada que já está curada.

12/08/2014

A alma representa o contexto colectivo da consciência; o espírito representa o contexto subjectivo da consciência.

06/08/2014

Vencer é mais uma questão de atitude do que de resultados, numa competição há sempre vários vencedores, mas apenas um deixa de ser derrotado.
Nenhuma sociedade, civilização ou comunidade saudável deixou a ética ou a moral de parte.
Sem amor, paz e felicidade a vida seria trágica, ou na melhor das hipóteses apática.
A vida é um tiro sem volta.
Racionalidade crítica é a chave para qualquer boa análise.
Eu sou um subconsciente bem potenciado.
Há obras, livros, objectos, esboços, discursos e acções que marcam profundamente a história mundial.

05/08/2014

O sofrimento é geralmente proposto pela própria pessoa que o sofre.
Ideias excelentes não produzem necessariamente teorias brilhantes.
Cada um decide se quer ter uma vida que irá inspirar os outros ou não.
Muitos confundem a humildade com a falsa modéstia.
Para Deus não existe desistência perante as suas criações divinas; ela contradiz a própria essência de existir.
O surgimento de Deus foi a maior sincronicidade. Surgiu em todo o tempo e espaço, ao mesmo tempo fora dele. Não foi um acto de causa-efeito porque ele é a causa primária. Antes de Deus o que existia? Certamente nem o nada.

04/08/2014

Não há mais hipóteses legítimas do que duas quando falamos de realizações: ou damos tudo por uma conquista, ou desistimos dela à partida.
Se queremos existir devemos de aproveitar essa milagrosa oportunidade, ou mais vale perder a vida, e encarar a morte como o fim dessa experiência, ainda que possivelmente não o seja.