31/12/2013

Aparece a tua foto.
O tempo distorce-se.
O meu estômago enrola-se.
Os meus olhos arregalam-se com a tua beleza!

30/12/2013

29/12/2013


Se buscarmos a paz em objectos sujeito à mudança, estamos fadados a conflitos interiores permanentes.